Você Ainda Dança?

Olhos para o finito deserto
nem as imagens irão te tomar
não existe ilusão a lua é real
faltam estrelas pra contar
unidade em suas mãos poeta
permaneço viva ano luz por você
não deslizo nem por um dote de camelo
bancos de areias, andarilho
lembram-me o leitor do mundo
escuto suas respostas escritas
pelas nuvens do céu
Diga-me o que fazer?
tão distante de mim agora
leveza de ser... outro lugar
único mar evaporado.
.
...Você ainda dança?

Claudia Almeida
Imagem Google
.

3 comentários:

Vânia Vianna disse...

[b][red]Você Ainda Dança?


Permaneço anos luz de vc...
Sim, permaneço, mas à espera de uma contra-dança
Mulher... o que procuras?
Procuro alguém que leia meu pensamento
Que responda as minhas indagações
Que me abrace e diga que não existe distância
Que outro é o mesmo instante

Beijos minha poetisa, vc me inspira,seu blog está lindo e vai ficar cada vez melhor... ai, quero um desse tb, beijos, Claudinha

Denise Moraes disse...

Claudinha, seu blog está impecável. Sua inspiração nos invade a alma.
Lindíssimo!
Denise Moraes.

Claudia Almeida disse...

RECEBI COM CARINHO,

Claudinha: certa vez fui entrevistada em um programa de uma rádio universitária; o nome do programa era "Dança das cabeças" e as perguntas eram muito inusitadas, semelhante da questão expressa em seu belo poema. Dançar ainda ou não, eis a questão. Dançar parece um pouco voar, é uma forma de tentar alcançar o brilho refletido nas estrelas, como sugere a nossa poetamiga Raiblue. Teu poema é lindo, Claudinha. Parabens. Com abraçares, Graça Graúna
graça grauna • Jaboatão dos Guararapes (PE) • 27/7/2008 12:05